Como escolher um gabinete (caixa) para o PC

Por Jorge Sampaio quarta-feira, dezembro 13
Atualmente existe uma enorme variedade de gabinetes (caixas) para PC, capazes de satisfazer o entusiasta mais exigente. A tentação é comprar o gabinete mais extravagante e visualmente atrativo. No entanto, existem diversos factores que deve equacionar antes de escolher o produto final.



Escolher o tamanho

O primeiro fator que deve equacionar é o tamanho. O seu gabinete deverá suportar o tamanho da Motherboard, que pode ser ATX (mais comum), Micro ATX e mini ITX.

É igualmente importante verificar se a caixa possui espaço de montagem suficiente para o dissipador e placa gráfica, caso contrário, não conseguirá fechar a porta lateral do gabinete.

As caixas maiores normalmente facilitam a montagem, e possuem espaço para adicionar componentes extra (dispositivos de armazenamento, slots de expansão, placas gráficas maiores, mais ventoinhas, radiadores, etc).



Funcionalidades

Após escolher o tamanho adequado, é importante olhar para as características e funcionalidades oferecidas pelo gabinete. Nesse caso, valorize um gabinete que lhe ofereça um painel que promova a conectividade, disponibilizando entradas USB de elevado desempenho (3.0).

Verifique igualmente se o gabinete possui filtro contra o pó. Tal como o próprio nome indica, este tipo de filtros consegue evitar que o pó se acumule nos componentes do computador e gere calor (e desgaste) adicional. O calor é uma das principais causas das avarias dos componentes do PC.



Modular

Um bom gabinete deve ser modular, ou seja, deve permitir reajustar os seus componentes de forma a satisfazer as necessidades do utilizador. Por exemplo, alguns gabinetes permitem remover os suportes de disco (HD), possibilitando a instalação de placas gráficas mais longas.

Suporte para arrefecimento a água

Se optar por um arrefecimento a água, é importante verificar se o gabinete lhe garante espaço e suporte para a bomba e o radiador.

Organização dos Fios

Para manter a coerência e organização, é importante que o gabinete permita organizar os fios dos componentes. Dessa forma, conseguirá uma instalação com um aspeto mais "limpo", e irá facilitar a sua tarefa nas futuras manutenções.

Qualidade do material

Por fim, tenha em atenção à qualidade dos materiais usados no gabinete. Os gabinetes de baixa qualidade, podem apresentar arestas cortantes e o material dobra mais facilmente. Um bom gabinete deve ser robusto e de preferência, construído com materiais que reduzam a emissão de ruído.


Post Tags:
safepctuga
Precisa de ajuda?

Não encontrou a resposta que necessitava? Envie as suas perguntas para a nossa redação. Queremos dar resposta às vossas dúvidas, e ajudar outros usuários que enfrentam o mesmo problema. Para entrar em contacto preencha o seguinte formulário.

Seja o primeiro a comentar em " Como escolher um gabinete (caixa) para o PC "